Newton não abre mão de candidatura em favor de Itamar

O vice-governador de Minas Gerais, Newton Cardoso (PMDB), garantiu nesta segunda-feira que não pretende abrir mão da candidatura ao Palácio da Liberdade em favor do governador Itamar Franco, caso ele desista de participar das prévias do PMDB, em março, para escolha do eventual representante do partido na disputa presidencial. Itamar e Newton firmaram acordo em 1998, de que o primeiro concorreria à Presidência e o segundo, ao governo estdual.Diante dos obstáculos que a comando nacional do PMDB estaria criando para a candidatura de Itamar ao Planalto - o último foi a decisão de que o escolhido nas prévias só saberá que venceu após o prazo final de desimcompatibilização, em abril -, aliados do governador começaram a cogitar a possibilidade de que ele tentasse a reeleição."Isso é fantasia. Minha campanha já está praticamente na rua e o governador sabe que sou candidato ao governo de Minas", assegurou Newton. "Eu não abrira mão disso, mesmo porque o governador nunca me pediu que o fizesse".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.