"Newsweek" destaca ações em favor da população negra no Brasil

A edição desta semana da revista americana "Newsweek" traz uma reportagem sobre as ações afirmativas em favor da população negra que o Brasil vem adotando e discutindo nos últimos anos. Intitulado "Revolução Racial do Brasil", o texto, escrito por Mac Margolis, começa apontando que o preconceito racial ainda marca o País - embora muitos brasileiros digam acreditar que o Brasil chegou a uma democracia racial. "Agora, graças a novas políticas raciais, a sociedade que é dona da cultura mais diversificada da América Latina pode estar mudando de um modo que poucos poderiam imaginar", diz Margolis, acrescentando que, depois de anos de debate, as ações afirmativas chegaram ao Brasil. Entre iniciativas de inclusão do grupo que representa 46% dos 175 milhões de habitantes, a "Newsweek" cita como o ponto que "talvez seja o mais importante" o fato de os negros estarem ingressando nas universidades públicas por meio das cotas. A revista menciona a experiência da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), citando a polêmica inicial e a defesa feita por sua reitora. Margolis lembra que o Brasil costuma ser mencionado como a segunda maior nação negra do mundo depois da Nigéria e aqui a maioria dos negros ainda ocupa cargos inferiores, tem salários mais baixos e menos acesso à educação. "O Congresso, um dos maiores do mundo democrático, é tão branco quanto o inverno." Apesar dos críticos, conclui a revista, a discussão sobre a adoção de ações afirmativas já não provoca tanta polêmica quanto há um ano e o tema é visto com mais clareza. "Para uma sociedade que por algum tempo tinha dificuldades para se ver no espelho, isso já um tremendo avanço."

Agencia Estado,

28 Outubro 2003 | 00h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.