Neto de Lula também recebe passaporte diplomático

Celso Amorim autorizou a expedição do passaporte diplomático ao menor 'em caráter excepcional' e 'em função de interesse do país'

Solange Spigliatti, da Central de Informações,

07 de janeiro de 2011 | 16h03

SÃO PAULO - Após a confirmação de que dois filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teriam renovado o passaporte diplomático, no final do ano passado, dois dias antes do término do mandato, o Ministério das Relações Exteriores confirmou que o neto do ex-presidente, de 14 anos, também conseguiu o benefício na mesma época. A assessoria do Itamaraty não soube informar o nome do menor nem sequer qual dia teria sido retirado o passaporte.

 

Segundo a assessoria do Ministério das Relações Exteriores, a concessão dos passaportes foi feita "com base na legislação vigente, de acordo com o decreto 5.978 de dezembro de 2006", que beneficia presidentes, vice-presidentes, ministros de Estado, ocupantes de cargos de natureza especial e titulares de Secretarias vinculadas à Presidência da República, parlamentares, chefes de missões diplomáticas, ministros dos tribunais superiores e ex-presidentes.

 

Os cônjuges e os dependentes, inclusive os enteados, até 21 anos de idade ou, se estudante, até 24 anos, também estão autorizados a receber o documento. Para dependentes portadores de deficiência não existe limite de idade.

 

Assim como no caso dos filhos de Lula, o ministro de Relações Exteriores Celso Amorim autorizou a expedição do passaporte diplomático ao menor "em caráter excepcional" e "em função de interesse do país". O Itamaraty não soube explicar por que a concessão de passaporte diplomático a dois filhos e ao neto do ex-presidente Lula é de interesse do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.