Nenhuma hipótese será descartada, diz Petrelluzzi

O secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Marco Vinício Petrelluzzi, acabou de sair da Delegacia Seccional de Campinas, onde participou de uma reunião que durou mais de 3 horas. Ao sair da reunião, ele disse que existem várias pistas sobre o assassinato do prefeito da cidade, Antonio da Costa Santos, e que nenhuma alternativa será descartada.Porém, Petrelluzzi disse que informações sobre o caso não serão divulgadas para não atrapalhar o trabalho da polícia. Petrelluzzi vai acompanhar o caso de perto, e vai informar o governador Geraldo Alckmin sobre o andamento das investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.