Nelson Piquet afirma que 'amigo' dá exemplo no julgamento do mensalão

Ex-piloto esteve presente na cerimônia de posse da presidência do STF pelo ministro Joaquim Barbosa

Eduardo Bresciani, de O Estado de S. Paulo e Ricardo Brito, da Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 15h25

BRASÍLIA - O ex-piloto Fórmula 1 Nelson Piquet destacou a transparência como característica principal do "amigo" Joaquim Barbosa, que assume nesta quinta-feira, 22, a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). "Ele é bem transparente, fala o que acha e isso não vai mudar", disse, ao chegar para a cerimônia de posse. Piquet afirmou que Barbosa está dando "exemplo" na condução do processo do mensalão, do qual é relator. Ele disse que conhece o ministro do STF desde adolescência.

Um primo de Barbosa, João César Teixeira de Mello, disse sentir "orgulho" do parente e enfatizou que a assunção dele ao posto máximo do Judiciário ocorre por "mérito pessoal" do ministro. João César lembrou de um episódio em que Barbosa ficou afastado da escola por dois meses por problemas de saúde e, mesmo assim, retornou aos estudos como um dos melhores alunos da classe. "Ele ficou dois meses fora e tirou nota maior do que quase todos os colegas", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
STFJoaquim BarbosapossePiquet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.