Nelma Kodama responde com evasivas à CPI dos Bingos

A CPI dos Bingos está tomando depoimento da empresária Nelma Kodama, proprietária da Havaí Campo & Turismo, de Santo André que, segundo o doleiro Antônio Carlos Claramunt, o Toninho da Barcelona, teria feito operações irregulares em dólar para o PT daquele município.Nelma recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo habeas corpus para não ser presa e não produzir provas contra ela durante o depoimento de hoje, mas o pedido foi negado pelo ministro Carlos Ayres Britto, relator do pedido.Até agora, Nelma tem demonstrado que não quer colaborar com a CPI, limitando-se a dar respostas evasivas a perguntas dos senadores. Embora opere com dólar desde o ano 2000, ela disse não ter conhecimento de remessas ilegais para o exterior nessa moeda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.