Nélio Machado deixa defesa do banqueiro

O advogado Nélio Machado deixou a defesa do banqueiro Daniel Dantas, principal alvo da Operação Satiagraha, da Polícia Federal. O dono do Grupo Opportunity, que chegou a ser preso duas vezes em julho do ano passado, é acusado de crimes financeiros.Ao desembarcar em São Paulo ontem, Nélio Machado justificou, em entrevista à TV Globo, sua decisão. "Me afastei porque todas as causas que patrocino, que eu defendo, eu não aceito não ser, efetivamente, o responsável e o coordenador da defesa", afirmou. INTERFERÊNCIASegundo Nélio Machado, "em alguns momentos, vários advogados começaram a emitir opiniões" e iniciativas foram tomadas à sua revelia e sem a sua concordância. "Como, em 34 anos de profissão, nunca renunciei a causa alguma, mas eu não acho que isso (a interferência) seja admissível e tolerável, sobretudo diante de um trabalho muito intenso e firme que eu fiz em favor da garantia do Estado de Direito, eu julguei que não havia mais espaço para permanecer."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.