Negromonte não vai à audiência na Câmara

O ministro das Cidades, Mário Negromonte (PP), alegou "reunião ministerial" para não ir na tarde de hoje depor na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara. A agenda do ministro, porém, prevê apenas uma reunião mais cedo, no Palácio do Planalto para discutir Política de Trânsito-Fim de ano, e despachos internos.

EUGÊNIA LOPES, Agência Estado

14 de dezembro de 2011 | 18h50

A convocação de Negromonte foi aprovada há duas semanas para explicar denúncia publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo. De acordo com a reportagem, o ministro teria dado sinal verde para fraude do documento que abriu caminho para a aprovação de projeto de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Cuiabá, encarecendo em R$ 700 milhões a obra de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014.

Negromonte esteve ontem no Congresso para participar de reunião da Executiva do PP. Seu isolamento dentro do partido ficou evidente. Negromonte não tem o apoio da maioria da bancada do PP na Câmara e no Senado e é um dos ministros que está com a cabeça a prêmio na reforma ministerial que seria promovida pela presidente Dilma Rousseff no início de 2012. Na reunião de ontem do PP, Negromonte disse que não tinha apego a cargo. "Cargo não me comove. Eu dou valor ao meu mandato. Gosto muito do Parlamento. Não tenho apego e não fico de joelho para ninguém por causa de cargo. Quando falo ninguém, é todo mundo", afirmou o ministro.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraNegromonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.