Negados dois pedidos de hábeas para Belo

O desembargador Carmine Savino Filho, da 7ª Vara Criminal, negou, nesta segunda-feira, dois pedidos de habeas-corpus para o cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo. Os recursos foram impetrados na quinta e sexta-feira da semana passada pelos advogados do pagodeiro Alberto Louvera e Ary Bergher, alegando que a prisão é ilegal.A 7ª Câmara Criminal, composta por três desembargadores, entre os quais o próprio Carmine, deve julgar nesta terça o mérito dos quatro pedidos de habeas-corpus em favor do cantor. Dois deles feito por advogados de São Paulo.A apreciação da matéria depende, ainda, de parecer do procurador Ricardo Martins, do Ministério Público Estadual. Na sexta-feira, a juíza da 34ª Vara Criminal, Rute Vianna Lins, também negou pedido de revogação de prisão do Belo, que, desde a última quarta-feira, divide com outros sete detentos uma das carceragens da Delegacia Anti-Sequestro (DAS), no Leblon (zona sul do Rio de Janeiro).Belo teve sua prisão preventiva decretada em função de suspeitas de seu envolvimento com o tráfico de drogas. Segundo informações de amigos, desde que teve sua prisão decretada, há cerca de dez dias, o pagodeiro já emagreceu seis quilos.Um dos advogados do cantor, Alberto Louvera, disse que a decisão desta segunda já era esperada e não altera em nada a situação do seu cliente. ?A decisão de hoje (terça) é que é importante. Se for negativa é muito ruim?, admitiu. De acordo com Louvera, Belo continua deprimido, mas estava preparado psicologicamente para uma eventual negativa do pedido de liminar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.