''Natal não é curral eleitoral de ninguém''

Micarla de Souza: candidata do PV à Prefeitura de Natal

O Estadao de S.Paulo

28 de setembro de 2008 | 00h00

A candidata Micarla de Sousa diz não temer retaliações do governo federal e avalia que o peso das máquinas públicas "já pesou o que tinha de pesar" na campanha.A participação de Lula na campanha em Natal vai alterar o quadro favorável a sua candidatura? Não acredito que a vinda do presidente tenha provocado qualquer tipo de mudança, mesmo porque a candidata do PT já estava utilizando na campanha a figura dele, da governadora e de seus aliados.É verdade que a senhora atrai eleitores dizendo que sua candidatura é da base política de Lula? Dos seis partidos de nossa coligação, cinco são da base de Lula (PV, PTB, PP, PR e PMN) e também da base de Wilma. Essa é a realidade.Seus rivais dizem que nem o PV, seu partido, é fiel ao governo.Não é verdade. O único que faz oposição ao governo Lula é o deputado Fernando Gabeira (RJ). Ele tem uma posição de independência e o PV sempre tratou isso com tranqüilidade.As máquinas estadual e municipal estão virando votos?O que ela tinha de pesar já pesou. Sei que virou em cidades como Recife e Belo Horizonte. Mas fico entusiasmada quando vejo uma carreata com 1.500 carros sem gasolina paga nem cargo comissionado. O que está me motivando é esse divisor de águas. Mostrar que Natal não é curral eleitoral de ninguém.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.