Napoleão admite ACM na presidência da CCJ

O líder do PFL, senador Hugo Napoleão (PI), admitiu nesta sexta-feira a possibilidade de o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) vir a ocupar a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), caso o cargo fique com o partido. O líder ressalvou, no entanto, que há uma reivindicação nesse sentido do senador Bernardo Cabral (PFL-AM). "Mas os dois podem se entender", completou o senador Edison Lobão (PFL-MA), referindo-se a um acordo entre Cabral, que já presidiu a CCJ, e Antonio Carlos Magalhães.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.