´Não tive charme para conquistar Lula´, diz Garotinho

O ex-governador Anthony Garotinho não está constrangido com a aproximação do governador Sérgio Cabral (PMDB), que ele apoiou nas eleições, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com quem brigou. Questionado, preferiu a ironia: "Eu não tive a felicidade, talvez eu não tenha tido o charme do governador Sérgio Cabral para conquistar o apoio do Lula."Depois de lembrar que deu apoio a Lula no segundo turno da eleição de 2002, ajudando-o a conquistar parte dos 82% dos votos obtidos no Rio, responsabilizou o presidente pela separação dos dois."Eu não briguei com o Lula, ele foi quem brigou comigo, ao seqüestrar o dinheiro das contas do Estado no segundo dia de governo. Não briguei com ele. Pelo contrário, eu sempre desejei ter com o presidente Lula o melhor relacionamento. Acho que o governador Sérgio Cabral faz muito bem em ter. É bom para o Estado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.