Imagem Adriana Fernandes
Colunista
Adriana Fernandes
Conteúdo Exclusivo para Assinante

''''Não temos nada a ver com isso'''', diz Mares Guia

Principal preocupação é de eleger substituto afinado com governo

ADRIANA FERNANDES, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2009 | 00h00

Apesar de nos bastidores o Palácio do Planalto articular discretamente a substituição de Renan Calheiros na presidência do Senado, o ministro das Relações Institucionais, Walfrido Mares Guia, disse ontem que o governo ''''não tem nada a ver'''' com a questão. ''''Não temos de pensar em nomes. Ele é o presidente eleito do Senado. Na hipótese de acontecer algo, é o Senado que resolve. Não temos nada a ver com isso. O Legislativo é autônomo.''''''''O presidente disse com clareza que Renan tem todo o direito de se defender e temos de respeitar o direito constitucional de ele se defender no foro correto, que é o Conselho de Ética'''', reforçou Mares Guia.Para o ministro, a crise não atrapalhará a votação da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e da Desvinculação das Receitas da União (DRU), consideradas prioritárias pelo governo para o equilíbrio fiscal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.