Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

'Não sou porta-voz do presidente', diz Eunício sobre jatinho

Presidente do Senado encerra entrevista quando questionado sobre episódio do avião da JBS usado por Temer e Marcela

Thiago Faria, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2017 | 19h48

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), evitou nesta quarta-feira, 7, comentar o uso de um jatinho da JBS pelo presidente Michel Temer e sua mulher de São Paulo ao litoral da Bahia em 2011. As informações sobre o voo foram apresentadas pelo empresário Joesley Batista, delator na Lava Jato, para reforçar sua versão de que mantinha proximidade com Temer.

"Este assunto não me cabe. Não sou porta-voz do presidente da República, sou presidente do Senado", afirmou Eunício. Questionado se a revelação acirrava a crise política que envolve o governo, do qual é aliado, o peemedebista encerrou a entrevista sem responder.

Antes de admitir que Temer e Marcela viajaram no avião do dono da JBS, o Planalto divulgou versão na qual o avião usado seria da FAB. Em nova nota nesta quarta, porém, a Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto admitiu o uso da aeronave e informa que Temer "não sabia a quem pertencia a aeronave" e não pagou pelo serviço.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.