Dida Sampaio/AE
Dida Sampaio/AE

‘Não sou amigo nem inimigo do Teixeira’

Aldo Rebelo afirma que conviveu com presidente da CBF só na CPI; diz ainda ser um erro substituir a estrutura do Estado por ONGs

Leandro Colon, de O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2011 | 21h00

BRASÍLIA - Em entrevista ao Estado realizada nesta quinta-feira, 27, o novo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ficou em cima do muro ao ser questionado sobre as relações com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e suas atividades. Ele disse ainda que o seu partido, o PC do B, não foi omisso na gestão da pasta e afirmou que os convênios com ONGs tiveram um "erro de concepção".

 

O senhor é amigo do Ricardo Teixeira?

Não sou amigo nem inimigo. A convivência que tive com o presidente Ricardo Teixeira foi quando ele era presidente da CBF e eu da CPI CBF/Nike. De lá pra cá não tive nenhuma conversa pessoal com ele. O encontrei uma vez num evento de premiação no Rio de Janeiro, com clubes da série A.

 

Leia a íntegra da entrevista na edição desta sexta-feira, 28, do jornal O Estado de S.Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.