'Não somos daqueles que entregam seu país', diz Dilma

Em discurso para militantes do PT do Rio de Janeiro durante o Encontro Estadual do partido, a pré-candidata a Presidência Dilma Rousseff respondeu aos adversários que menosprezam a capacidade administrativa do atual governo e fez referências indiretas às privatizações na gestão do tucano Fernando Henrique Cardoso. "Nós não fugimos da luta, não esmorecemos e não entregamos os pontos. Não pensem que nos atemorizam. Não somos daqueles que entregam o seu país, seu Estado, seus municípios", disse.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 14h47

"Diziam que o presidente Lula não saberia governar porque não tinha diploma universitário. Eles nunca entenderam que o presidente Lula tem diploma de Brasil, pós-graduação em democracia e é doutor em desenvolvimento econômico e social", discursou a ex-ministra na quadra da Escola de Samba Portela, em Madureira, na zona norte da capital fluminense.

Dilma voltou a dizer que é possível eliminar a pobreza na próxima década. "Nós descobrimos o modelo correto de desenvolvimento: crescimento com as pessoas podendo subir na vida", afirmou a pré-candidata, que teve no palco a companhia do governador Sérgio Cabral, do prefeito Eduardo Paes (ambos do PMDB), do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, do ministro das Cidades, Márcio Fortes, do ex-ministro do Meio Ambiente Carlos Minc e do pré-candidato ao senado pelo PT, Lindberg Farias.

Depois de cumprimentar militantes e integrantes da Portela, Dilma deixou a quadra da escola e volta na tarde de hoje para Brasília, conforme informou sua assessoria.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoPTDilma RousseffRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.