''Não se pode descansar nunca com as fraudes''

Especialista vê ?fenômeno globalizado? [br][br]Setor público precisa de denúncias e mais prevenção [br][br]Municípios formam setor mais vulnerável , apontam estudos

Entrevista com

Guilherme Scarance, O Estadao de S.Paulo

15 de novembro de 2008 | 00h00

Nenhum cidadão, empresa ou setor público do planeta está imune a elas. No Brasil, pelo ambiente propício, elas se propagaram sobretudo nos municípios. São as fraudes, que se tornaram "fenômeno globalizado", disse Lorenzo Parodi, autor do livro Manual das Fraudes e criador do site Monitor das Fraudes, em entrevista ontem à TV Estadão. "Você pode estar sendo vítima neste momento", alertou.   Assista à integra da entrevistaEPIDEMIA"Fraude não é fenômeno localizado, brasileiro. É fenômeno totalmente globalizado, como os demais fenômenos econômicos. Você pode estar sendo vítima de fraude neste momento, por exemplo, se o seu cartão tiver sido clonado."ESCÂNDALOS "Não diria que o Brasil é um país de fraudadores. Há fraudes em países do dito primeiro mundo, às vezes piores. Acontece que havia muita tolerância em relação a esse crime: não tinha fiscalização, repressão, atuação forte de combate. Hoje também não há, mas há mais denúncias. No Brasil, o setor público depende muito de denúncias."PREVENÇÃO"Falta atuação mais preventiva, através de uma estruturação dos controles, das auditorias, fiscalizações. Existe o Tribunal de Contas, mas a atuação é burocrática."VIGILÂNCIA"As fraudes acontecem se você deixa que aconteçam. Se tem fiscalização constante, não acontece, porque o ambiente não é favorável."O FRAUDADOR"As fraudes no setor público são facilmente comparáveis às das grandes corporações. O Estado é uma grande empresa, com funções, funcionários. Normalmente, (os fraudadores) são pessoas formadas, de bom nível, que podem passar por algum problema: até financeiro, necessidades, doenças, drogas. Ou, simplesmente, percebem uma oportunidade e aí entra o conceito de ambiente favorável. A ocasião faz o ladrão, diz o ditado. É antigo, mas funciona."OPERAÇÃO PARASITAS"O conceito - isso vale para as fraudes em todos os setores e todos os níveis - é que você não elimina a fraude, você reduz. O pregão eletrônico é uma excelente iniciativa, tem de ser incentivada, melhorada. Pode acontecer fraude? Pode, como em qualquer outro setor, como em qualquer outro lugar do mundo. Provavelmente, uma das falhas que ocorreram (no esquema descoberto pela Polícia Civil) foi que se deu por automático que o sistema era seguro e não precisava monitorar nada. Não se pode descansar nunca com as fraudes."MUNICÍPIOS"Foram feitas pesquisas e se identificou que, dos níveis de poder no Brasil, o mais vulnerável é o municipal, as prefeituras. Em função de uma série de fatores, são os locais onde mais ocorrem fraudes."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.