'Não se pode arruinar RJ e ES', diz Serra

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou hoje, no Twitter, comunidade de microblogs, que é "correta" a preocupação de se beneficiar todo o Brasil com o petróleo, mas que não se pode "arruinar" o Rio e o Espírito Santo. Na primeira declaração pública de Serra sobre a polêmica dos royalties, ele afirmou que manifestou a posição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em reunião no Palácio da Alvorada, em agosto, da qual participaram outros governadores e ministros.

AE, Agencia Estado

17 de março de 2010 | 13h33

Hoje, Serra respondia a uma cobrança do líder do governo na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, Paulo Roberto (PMN), feita por meio do Twitter, para que se manifestasse sobre a Emenda Ibsen, que altera a divisão dos royalties do petróleo. "A maioria (dos) prefeitos capixabas desconhece legislação/cálculo sobre royalties. Tão perfumando BODE e @joseserra_ não fala (do) assunto", cobrou Roberto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.