´Não houve quebra de hierarquia´, diz presidente da Infraero

O presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), brigadeiro José Carlos Pereira, afirmou nesta segunda-feira, 2, em entrevista à Rádio Eldorado AM, que ´não houve quebra de hierarquia´ em relação à determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não punir os controladores de vôo devido à paralisação feita última sexta-feira, 30. Para a Força Aérea Brasileira (FAB), a ordem de suspender as prisões dos amotinados foi uma desautorização que provocou desgaste coletivo."Em relação à disciplina e à hierarquia, são questões complicadas. Sob o ponto de vista formal, as ordens são dadas pelo presidente da República. Ele é o comandante supremo. Mas se foi o comandante supremo quem determinou, em princípio, não há quebra nenhuma de hierarquia", avaliou José Carlos Pereira, durante entrevista.O brigadeiro confirmou que a situação deve voltar ao normal em todos os aeroportos do País até a noite desta segunda. Ele disse que o maior prejudicado com o caos nos aeroportos no último fim de semana em todo o País foi o interesse público."Lamentavelmente, mais uma vez, o interesse público foi profundamente afetado. Em termos de organizações, acho que todas saíram arranhadas. Foi uma briga de gato, onde todos saíram arranhados principalmente o interesse público. Agora, sobre as conseqüências desses ´arranhões´, nós só vamos saber no futuro", avaliou.PáscoaSobre o período de Páscoa, o brigadeiro lembrou que em outras ocasiões ele deu garantias e acabou ´queimando as mãos´. Ele disse que agora ´é melhor não garantir coisa nenhuma´. "No entanto, a minha avaliação do contexto me mostra que, (em relação a) todos os últimos feriados prolongados, o da Semana Santa deverá ser o mais tranqüilo. Nós estamos trabalhando em cima desse acordo (com os controladores do tráfego aéreo) e não indícios de anormalidades até agora", afirmou. (Com informações da Rádio Eldorado AM)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.