"Não haverá perda para o Fundo de Pobreza"

O porta-voz da Presidência daRepública, Georges Lamazire, disse na noite de hoje que o Fundode Combate e Erradicação da Pobreza não sofrerá prejuízo pelofato de a regulamentação da lei que o criou ainda não ter sidoaprovada pelo Congresso. Questionado pelo fato de a arrecadaçãoda Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF)não estar sendo destinada ao Fundo de Combate e Erradicação daPobreza por falta desta regulamentação, Lamazire disse que,para o presidente Fernando Henrique Cardoso, o que interessa éque o Congresso vote o mais depressa possível esse projeto delei complementar. Ele esclareceu, no entanto, que não haverá perda para ofundo, uma vez que o projeto que o criou estabelece que osrecursos arrecadados antas da entrada em vigor da lei serãorepassados ao Fundo de Combate à Pobreza, posteriormente. "Não haverá perda para o Fundo e, de qualquer maneira,os projetos que estão vinculados a esse fundo continuarão a serexecutados", afirmou Lamazire.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.