Não há questão sobre a presidência, afirma Serra

Em entrevista à rádio Bandeirantes, ex-governador reafirmou permanência no cargo se vencer eleições pela Prefeitura de São Paulo

12 de abril de 2012 | 14h33

O pré-candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, José Serra, descartou novamente a possibilidade de deixar o cargo, se eleito, para disputar as eleições de 2014. "A decisão para sair candidato a prefeito é a decisão de governar a cidade", disse em entrevista à rádio Bandeirantes, nesta quinta-feira, 12.

A saída da prefeitura para disputar o governo do Estado, em 2006, é tema recorrente nas entrevistas concedidas por Serra. Nesta quinta, ao comentar o episódio, o pré-candidato afirmou que na ocasião o PSDB não teria outra opção para disputar as eleições e por isso saiu candidato. Questionado se o mesmo cenário não poderia se repetir em 2014, Serra foi evasivo. "[O Aécio sair candidato] é uma possibilidade. Não estou com a questão da presidência posta para próxima eleição", disse, lembrando que para o Estado o governador Geraldo Alckmin é o nome natural à reeleição.

Serra se comprometeu também a dar continuidade ao projeto de prolongamento da avenida Jornalista Roberto Marinho e disse apoiar a ação da prefeitura e do governo do Estado na cracolândia. 

Tudo o que sabemos sobre:
serraprefeitura speleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.