Não existe dilema sobre saída do governo, diz Lando

O ministro da Previdência, Amir Lando, declarou nesta sexta-feira, quando questionado sobre o que faria se o PMDB exigisse sua saída do governo Luiz Inácio Lula da Silva, que "esse dilema não existe" e que não poderia fazer conjecturas sobre possibilidades inexistentes. O ministro participa da entrega de imóveis do INSS ao âmbito do Programa de Desimobilização dos Imóveis da Previdência Social (Prodim), na sede prefeitura do Rio de Janeiro. Lando lembrou que o resultado da convenção do PMDB que decidiu a retirada do apoio do partido ao governo está suspenso e que os integrantes do PMDB que têm cargos federais na gestão de Lula estão no momento dando suporte "ao processo de integração" do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.