"Não existe déficit na Previdência", afirma pefelista

O déficit da Previdência só existe porque o governo fez as desvinculações dos recursos da Seguridade Social e os transferiu para o Tesouro Nacional. A afirmação é do deputado Pauderney Avelino (PFL-AM), argumentando que esta seria a causa do déficit previdenciário, usado como argumento pelo governo para fazer a reforma constitucional da Previdência. Avelino argumenta que em 2002 com as receitas da Seguridade Social (que inclui tanto o INSS quanto o Regime Próprio do Servidor Público) de R$ 171,66 bilhões o sistema teve um superávit de R$ 15 bilhões, já que suas despesas somaram R$ 156,57 bilhões. "Não existe déficit na Previdência", sustentou o deputado pefelista.

Agencia Estado,

08 de maio de 2003 | 18h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.