Não-eleitos prestam contas até dezembro

O Tribunal Superior Eleitoral acolheu pedido de DEM, PSDB, PT e PMDB e prorrogou da próxima terça-feira para 31 de dezembro o prazo para quitação das contas de campanha, mas a medida só alcança os candidatos não eleitos no primeiro turno. O presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, explicou que a medida não alcança os candidatos eleitos porque suas contas devem estar apreciadas quando houver a diplomação (no dia 18 de dezembro). Em 31 de dezembro se extingue o CNPJ dos candidatos.{HEADLINE}

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.