Não é preciso expor Lula na campanha de BH, diz Aécio

Presidente disse que tinha vontade de participar de comício do candidato de Aécio e Pimentel, Lacerda

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

23 Julho 2008 | 18h35

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), disse nesta quarta-feira, 23,  que quer preservar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e não "há menor necessidade" de expô-lo na campanha para a prefeitura de Belo Horizonte. Em recente visita a Itajubá, o presidente disse que tinha vontade de participar de um comício do candidato do PSB, Márcio Lacerda, que tem como vice o petista Roberto Carvalho e é apoiado por Aécio e pelo prefeito da capital, Fernando Pimentel (PT).   Veja também: Calendário eleitoral  Veja as regras para as eleições municipais Especial tira dúvidas do eleitor sobre as eleições  Ao visitar as obras do futuro Centro Administrativo do Estado, Aécio minimizou a informação de que Lula vai participar, no primeiro turno, apenas das campanhas dos ex-ministros petistas Marta Suplicy, em São Paulo, e Luiz Marinho, em São Bernardo do Campo (SP). "Ele já deu sua declaração espontaneamente. No que depender de mim, eu quero é preservá-lo, não há menor necessidade de expor mais ainda o presidente. Ele fará o que achar mais adequado", afirmou. "Nós conduziremos aqui em Minas a nossa campanha, o seu apoio (de Lula) foi muito bem-vindo e já é algo claro. Agora, daqui para diante é o candidato que tem que fazer campanha, percorrer as ruas da cidade." A manifestação do presidente, ladeado por Aécio e Pimentel, irritou os outros candidatos de partidos aliados ao Palácio do Planalto, que cobraram isenção de Lula na campanha de Belo Horizonte. A declaração indicando que pensava em subir no palanque de Lacerda também já provocou reações dentro do próprio governo. O vice-presidente José Alencar - que apóia a candidata do PCdoB, Jô Moraes - e o ministro das Comunicações, Hélio Costa - engajado na campanha de Leonardo Quintão (PMDB) - demonstraram insatisfação. Alencar deixou claro que não pretende participar de atos de campanha, lembrando a "recomendação tácita da Presidência da República". Costa, por sua vez, afirmou que a eventual participação do presidente na campanha de Lacerda seria uma "afronta" ao PMDB e outros partidos aliados envolvidos na disputa. Pesquisa Na pesquisa Ibope divulgada no fim de semana, Jô Moraes lidera a disputa com 17% da preferência do eleitorado, seguida por Quintão (PMDB), com 14%. Lacerda aparece em terceiro, com 8%. A pesquisa está registrada na 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte sob o nº 46239/2008. Também estão na disputa na capital mineira Andre Antonio Alves (PTdoB), Gustavo Valadares (DEM), Jorge Periquito (PRTB), Pedro Paulo de Abreu Pinheiro (PCO), Sergio Miranda (PDT), Vanessa Portugal (PSTU).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.