''Não dá tempo de governar e fazer campanha'', diz Serra

O governador José Serra disse ontem que "não dá tempo de governar e fazer campanha" e a eleição presidencial de 2010, da qual é um dos pré-candidatos, está sendo tratada "prematuramente"."A gente tem de trabalhar para enfrentar a crise. Não dá tempo de governar e fazer campanha. Eu escolho governar", afirmou Serra, após encontro no Palácio dos Bandeirantes com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência. As declarações foram feitas um dia após o governador de Minas, Aécio Neves, que também pleiteia a indicação do PSDB para a disputa de 2010, afirmar que não se constrói um projeto para o País "em alguns gabinetes da Avenida Paulista".Aécio tem defendido a tese de que ele e Serra devem viajar pelo Brasil para apresentar propostas para a eleição presidencial. Na segunda-feira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso bombardeou a ideia do mineiro. Como Serra, disse que os governadores não têm de viajar, mas trabalhar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.