Na Zona Norte do Rio, Madureira prepara 'Réveillon da classe C'

Evento é alternativa à tradicional festa na Praia de Copacabana.

Caio Quero, BBC

31 de dezembro de 2012 | 15h36

Enquanto Copacabana se prepara para receber mais de 2 milhões de pessoas para uma festa de Réveillon que vai contar com a queima de toneladas de fogos de artifício e shows de artistas famosos, a cerca de 30 quilômetros dali, na Zona Norte do Rio de Janeiro, a chegada de 2013 será festejada de maneira mais modesta.

Cerca de 40 mil pessoas são esperadas para a virada organizada pela prefeitura no Parque Madureira, uma das poucas áreas de lazer públicas do bairro, inaugurada em junho deste ano.

Se na Zona Sul, turistas e moradores aproveitavam para tomar o último banho de mar do ano, em Madureira, apenas poucos se arriscavam a fazer exercícios ou passear sob o sol forte da manhã desta segunda-feira.

Apesar do calor de cerca de 30 graus e das poucas áreas de sombra do lugar, o baiano Antonio Bispo, morador do bairro, aproveitava para tirar fotos do filho Thiago diante do palco que mais tarde receberá a banda Cidade Negra e integrantes das escolas de samba Império Serrano e da Portela, as principais da região.

Mesmo com as atrações, Bispo decidiu que neste ano embarcará em uma viagem de mais de uma hora - a ser percorrida de trem e metrô - para passar a noite de Ano Novo em Copacabana. "Estou ansioso; vai ser a primeira vez que passo lá. Quem sabe no ano que vem passo em Madureira", disse o encarregado de depósito, que, no entanto, comemora a inauguração do parque no bairro. "Madureira tem poucas áreas de lazer", acrescenta.

Charme e compras

Com os primeiros vendedores ambulantes de alimentos e bebidas chegando ao parque para guardar lugar para o evento, a secretária Carla Monteiro parecia animada e recitava de cor a lista dos artistas que se apresentarão no palco.

Moradora do bairro de Honório Gurgel, também na Zona Norte, ela passou o Réveillon na Zona Sul em 2010, mas neste ano planeja ficar por Madureira.

"Antes não havia nenhuma festa perto daqui. As únicas opções eram o Piscinão de Ramos (também na Zona Norte) ou Copacabana", disse.

Tradicional centro do comércio popular do subúrbio do Rio, Madureira é um reduto de famílias de classe média e classe média baixa famoso também pelos "bailes de charme", ritmo inspirado na música negra americana. Entre os músicos que irão se apresentar no Réveillon, estão também DJ's pioneiros do gênero.

O casal Márcio e Jane Araújo fazia planos para a festa de Ano Novo nas proximidades do palco. "Vamos passar a virada em casa, mas antes da meia-noite vamos vir para cá assistir aos shows", disse Araújo, que se mudou para Madureira há oito meses.

Jane, que sempre morou no bairro, contava que antes do parque, aquela era uma área considerada "perigosa" por alguns de seus moradores.

"O parque foi "tudo". Agora, falta um supermercado no bairro. Madureira não tem supermercado, só pequenas lojas", lamenta ela, enquanto caminhava com o marido para fazer as últimas compras antes da noite de Ano Novo. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.