Na TV, PSTU atacará governo por inflação e juros altos

Legenda afirmará que crescimento do País tem efeitos negativos sobre os trabalhadores

Wladimir D'Andrade, da Agência Estado

20 de julho de 2011 | 17h38

O PSTU colocará no ar na quinta-feira, 21, às 20h30, o programa semestral do partido na TV para tratar de inflação, endividamento das famílias e salários. Durante cinco minutos, a legenda pretende sustentar que o crescimento do Brasil atrelado ao consumo tem como consequência o comprometimento do salário do trabalhador com o pagamento de dívidas e com a inflação. "O programa vai discutir a política econômica do governo à luz daquilo que mais afeta a população: a escalada dos preços dos alimentos e dos serviços públicos. Isso é o que está na base do crescimento da inflação", afirmou o presidente nacional do PSTU, Zé Maria.

O partido defende que a vida da classe trabalhadora não acompanha o crescimento econômico brasileiro. Zé Maria disse que, para salvar o Brasil da crise financeira mundial, o governo estimulou o trabalhador a consumir às custas de "juros altíssimos", enquanto bancos e grandes empresas têm acesso a crédito a taxas "irrisórias". "Além de ganharem pouco, as pessoas se metem a fazer crediário e deixam boa parte do salário com os bancos em forma de juros", disse. "Não há aumento do padrão de vida das pessoas, e sim do padrão de consumo."

O programa que será exibido nna quinta-feira, em rede nacional, também vai mostrar depoimentos de cidadãos com reclamações sobre o quanto os juros das dívidas comprometem o seu salário. Para Zé Maria, a solução é o congelamento de preços dos alimentos e o encurtamento da margem de lucro das empresas que, segundo ele, no Brasil é uma das maiores do mundo. "Nós achamos que a política econômica do governo Dilma Rousseff, que deu continuidade à gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, privilegia os bancos em depreciação do trabalhador."

De acordo com a sigla, os trabalhadores começam a se indignar e a organizar greves e protestos por maiores salários. "O governo tenta vender à sociedade a história de que o aumento do salário leva à escalada da inflação. Isso não é verdade. Os trabalhadores em greve buscam aquilo que a inflação já corroeu."

Tudo o que sabemos sobre:
PSTUTVataquegovernoinflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.