Beto Barata/AE
Beto Barata/AE

Na TV, PC do B 'fatura' Segundo Tempo e Ministério dos Esportes

'Estado' revelou que o programa tem sido usado para turbinar caixa de políticos e que ações não saem do papel

Eduardo Bresciani, do estadão.com.br,

24 de março de 2011 | 14h17

BRASÍLIA - Depois de ser acusado de usar o Ministério dos Esportes e o Programa Segundo Tempo em benefício próprio, o PC do B vai justamente faturar as duas ações no programa que vai ao ar nesta noite na televisão em rede nacional. O comercial traz até um novo slogan para o partido vinculado à sua ação na área esportiva: "PC do B, o partido do Socialismo. Há 89 anos jogando para o Brasil vencer". O Estadão.com.br teve acesso ao programa em uma exibição feita pela liderança do PC do B na Câmara.

 

O programa partidário começa falando sobre "torcida" por conquistas sociais no Brasil e usa diversos cenários esportivos. A propaganda destaca logo nos primeiros minutos o programa Segundo Tempo com a história de uma criança beneficiada. Reportagens do Estado mostraram que o programa tem sido usado para turbinar caixa de políticos ligados do PC do B e que muitas das ações não saíram do papel.

 

O partido tenta faturar também o fato de o Brasil ser a próxima sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Segurando uma bola de basquete, o ministro dos Esportes, Orlando Silva afirma que nestes eventos "vamos mostrar ao mundo que somos mais do que um país campeão". O ministro volta ainda para afirmar que os eventos deixarão um legado para o país. "A Copa do Mundo e as Olimpíadas vão passar, mas o desenvolvimento vai ficar".

 

Veja Também:

linkSegundo Tempo turbina caixa e políticos do PC do B

linkEmpresa do Segundo Tempo emite notas fiscais de jingle

linkRepasses a ONGs são inflados em ano eleitoral

linkSegundo Tempo paga para empresa fantasma no Rio

linkOposição pede que PGR investigue Segundo Tempo

 

Outros políticos do partido falam ainda sobre outros temas como reformas política e tributária, mas o lado esportivo volta a dar a tônica no final com os apresentadores lendo um texto em um campo de futebol. Na última parte, um jogral é feita com um texto lido pelos cantores Leci Brandão e Netinho de Paula com outros integrantes do partido.

 

O líder do PC do B na Câmara, Osmar Júnior (PI), afirma ser natural o uso da vitrine no governo federal. "É importante para o país e é importante também para o partido porque não tem jeito de não valorizar o que temos feito". Osmar Júnior afirma que com a administração do PC do B o ministério ganhou mais "expressão". Ele tratou ainda como "exceções" as irregularidades apontadas na execução do programa Segundo Tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.