Na TV, Dilma enfatiza geração de emprego

No horário eleitoral gratuito de hoje (31) à noite, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, destacou a geração de emprego e a distribuição de renda propiciadas pelo governo do PT à frente do Palácio do Planalto. O seu adversário na disputa, o tucano José Serra, optou por apresentar as suas realizações como governador de São Paulo na área de moradia para a população de menor renda.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

31 de agosto de 2010 | 21h48

Na estratégia de refutar o discurso do PSDB de que Dilma não tem experiência política, a peça do PT reforçou que as iniciativas do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tiveram a petista como principal realizadora. De acordo com a inserção, Lula e Dilma reajustaram o salário mínimo acima da inflação, fizeram com que 24 milhões de pessoas saíssem da linha da pobreza e deram emprego com carteira assinada a 14 milhões de brasileiros.

"O ano de 2010 será o ano em que o Brasil gerou mais empregos em toda a sua história e Dilma tem tudo a ver com isso", disse o locutor. Para reforçar a ideia de melhora no mercado de emprego, a propaganda mostrou a história do casal Leonídio e Sandra Carvalho. "Depois do Lula, só tem serviço sobrando, não dou nem conta mais", disse Leonídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.