Na presença de Sarney, Lula critica Plano Cruzado

A exemplo do que já tinha dito na reunião de sexta-feira com os senadores do PMDB, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou o casuísmo eleitoral e citou, como exemplo, o Plano Cruzado, de fevereiro de 1986, quando o senador José Sarney era o presidente da República. Na avaliação do presidente, o Plano Cruzado incluía medidas que deveriam ter sido tomadas e não o foram no momento oportuno por conta da proximidade das eleições. O presidente do Senado, José Sarney, que também participou do almoço, não fez comentários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.