Na despedida do STJ, Direito confirma multa a Lula

Duas semanas antes de tomar posse, ontem, no Supremo Tribunal Federal, Carlos Alberto Menezes Direito, então ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), tomou uma decisão que manteve multa aplicada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva por danos morais de R$ 78.178,68 em favor do ex-prefeito de Campinas Francisco Amaral. Amaral alegou na Justiça que Lula usou palavras ofensivas em entrevista em 2001, para se referir à Prefeitura de Campinas.O valor da multa foi fixado em 2001 em primeira instância e confirmado em segunda instância. À época, era de R$ 40 mil. O novo valor refere-se à atualização do valor acrescido de juros.No dia 22 de agosto, Direito negou agravo de instrumento de Lula, que pedia apenas que a multa fosse reduzida. Na decisão, o ministro disse que o valor "não foge aos parâmetros" do tribunal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.