Na Bahia, coligação PDT-PSDB acredita que vence hoje

O candidato favorito a prefeito de Salvador nas pesquisas de intenções de votos, deputado estadual João Henrique Barradas Carneiro (PDT), votou no final desta manhã, acompanhado de correligionários do PDT e do PSDB, que está coligado com ele, no Colégio Delta, em Itaigara.Em seguida, ele acompanhou o deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB-BA), que votou em outra escola da capital. Jutahy manifestou sua expectativa de que a eleição seja decidida no primeiro turno. Pesquisas internas da coligação apontam crescimento da candidatura do pedetista, na reta final. "Vamos ter algo em torno de 47% a 52% dos votos, o que pode encerrar a disputa neste primeiro turno", aposta Jutahy.Mas os correligionários do candidato do PFL César Borges, apoiado pelo senador Antonio Carlos Magalhães, estão convencidos de que o pefelista irá para o segundo turno com João Henrique. O atual prefeito da capital baiana, Antonio Imbassahy (PFL), admitiu que "houve um momento em que, sem dúvida nenhuma, tivemos uma discreta preocupação com o desempenho da candidatura de César". Mas a pesquisa do Ibope, divulgada ontem à noite, tranqüilizou os carlistas, segundo o governador Paulo Souto (PFL), que votou pouco depois das 8 horas, no Colégio Pedro Calmon, no Bairro de Armação.A pesquisa colocou César Borges em segundo lugar, com 22% dos votos, "bem à frente do petista Nelson Pellegrino", segundo Souto (o petista obteve 16% da preferência do eleitorado). "A pesquisa do Ibope foi boa, deu uma aliviada", afirmou. "Quebrou-se a expectativa de que Nelson continuaria subindo". O governador procurou tranqüilizar o eleitorado, afirmando que, qualquer que seja o eleito, o governo da Bahia terá com ele boas relações institucionais. "Farei tudo o que puder em benefício da nossa cidade para que Salvador continue se desenvolvendo", afirmou o governador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.