Músico compõe réquiem para terrorista

Um réquiem para o condenado Tomothy McVeigh, composto por um músico e pelo próprio autor do atentado de Oklahoma City, será interpretado antes de sua entrada na câmara de execução, no próximo dia 16. A composição musical, que terá duração de 12 minutos, servirá para "acompanhar a alma de Mcveigh ao paraíso", segundo seu autor, David Woodard, da cidade de Los Angeles. McVeigh está colaborando na partitura, que, segundo o autor, será interpretada por uma orquestra de 45 integrantes, para seguir os últimos minutos de vida do responsável pelo atentado cometido em 1995 em Oklahoma City, no qual 168 pessoas morreram.O peculiar concerto será realizado numa igreja de Terre Haute, a cidade do Estado de Indiana onde McVeigh será executado. A música será transmitida à cela do condenado por uma emissora de rádio local. A iniciativa despertou reações irritadas dos familiares das vítimas. Mas a polêmica parece não ter incomodado Woodard, que conseguiu uma autorização da Justiça para executar seu réquiem.A música havia sido composta originalmente para Jack Kervorkian, o célebre "Doutor Morte", que estava morrendo por causa de uma greve de fome. Mas Kervorkian interrompeu seu protesto e o músico, então, elegeu McVeigh para a homenagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.