Municípios do PR pedem revisão do censo do IBGE

Preocupado com a provável perda de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Moacyr Elias Fadel (PMDB), quer que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) refaça as contas sobre a população dos municípios paranaenses. O levantamento apontou que cerca de 20% tiveram perda populacional. "Consideramos muito difícil que, em 11 anos, como revelou o IBGE, as cidades com menos de 170 mil habitantes tenham aumentado sua população em apenas 335 mil pessoas", disse.O valor do FPM, repassado às prefeituras em três parcelas mensais pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), tem como base o número de habitantes. Quanto maior a população, mais o município recebe. Segundo a AMP, esse fundo é a principal fonte de receita de 70% dos municípios do Estado.Fadel enviaria ofício ainda hoje para solicitar audiência com o chefe da unidade do IBGE no Paraná, Sinval dos Santos. No entanto, Santos já conversava com prefeitos da região metropolitana de Curitiba, sobre o mesmo assunto. Uma das reclamações dos que entraram em contato com a associação é que houve pouca divulgação do censo. Em razão disso, algumas pessoas ficavam temerosas de passar informações ou não estavam em casa para aguardar o recenseador, sendo desconsideradas na contagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.