Multados vereadores de SP por publicidade antecipada

A 1ª Zona Eleitoral de São Paulo multou os vereadores Adilson Amadeu (PTB) e Ricardo Teixeira (PSDB) em R$ 21,28 mil cada um por publicidade antecipada. Amadeu e Teixeira podem recorrer. O vereador do PTB de São Paulo foi acusado de distribuir panos de prato, porta-documentos, calendários de bolso, impressos, cartões e convites para visitas à Câmara Municipal. Os artigos teriam a foto de Amadeu, nome e logomarca da campanha anterior.Para o juiz Marco Antônio Martin Vargas, o material "traz ao eleitor a nítida lembrança do cargo pretendido nas eleições anteriores, permitindo, assim, de modo dissimulado, a sua indicação como candidato ao referido cargo nas próximas eleições". O vereador do PSDB de São Paulo foi multado por ter entregue folhinhas com as inscrições "O vereador para chamar de seu" e "Todos os dias do ano". Na avaliação do juiz-auxiliar da propaganda eleitoral, Francisco Carlos Shintate, o calendário trata-se de "típica propaganda indireta, implícita, de modo extemporâneo". A publicidade eleitoral somente é permitida a partir de 6 de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.