Mulheres sem-terra ocupam fazenda em Pernambuco

Ato inaugura 'Jornada de Lutas das Mulheres'; desapropriação do local é reivindicada desde 2004

Agência Estado,

07 de março de 2010 | 13h31

Com a reocupação, na manhã deste domingo, 7, da Fazenda Uberaba, no município de Bonito, no agreste pernambucano, mulheres sem-terra ligadas ao MST deram início à Jornada de Lutas das Mulheres da Via Campesina, em comemoração ao dia da mulher. Neste ano, o tema da jornada é "contra o agronegócio e contra a violência: reforma agrária e soberania alimentar".

 

A Fazenda Uberaba é reivindicada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) desde 2004. Esta foi a quinta reocupação. De acordo com Gilberta Araújo, da coordenação regional, as mulheres lideraram a reocupação acompanhadas de crianças e com o apoio de alguns homens. "Cortamos a cerca, entramos e até agora não houve problemas", afirmou ela, que disse aguardar a vinda da proprietária ainda neste domingo para negociar.

 

Os sem-terra permanecem, de acordo com Gilberta, em uma estrutura desativada, onde funcionava uma estrebaria de cavalos. Enfrentam dificuldade para conseguir água e forte calor, sob sol forte. A direção estadual do MST prevê novas ações das mulheres até a noite desta segunda-feira, 8.

Mais conteúdo sobre:
MSTdia da mulher

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.