Mulheres ficam mais ao telefone, constata pesquisa

As mulheres gastam mais tempo ao telefone quando o motivo da ligação é pessoal, pela diferença de um minuto, em média, em relação aos homens. É o que revela uma pesquisa do Ibope Mídia, que apurou o tempo de duração das ligações telefônicas nacionais e internacionaisNas chamadas locais de telefone fixo o gasto médio pelo público feminino é de 9,35 minutos, contra 8,81 do público masculino.Contando homens e mulheres, as chamadas profissionais duram menos, em média 6,76 minutos. O mesmo se verifica nas ligações internacionais. Quando o motivo é pessoal, o tempo da ligação é de 7,72 minutos. Se profissional, cai para 5,86 minutos. O levantamento mostrou também que o contingente de brasileiros portadores de telefones celulares cresceu 52% entre 1999 e 2003. Há quatro anos, apenas 26% da população tinha um aparelho. Hoje, o índice é de 55%. A pesquisa do Ibope foi feita em 11 regiões metropolitanas brasileiras entre novembro do ano passado e maio deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.