Mulher de Paulinho da Força chega à PF para depor

Elza deverá explicar o depósito de R$37 mil na ONG Meu Guri realizado por réu da Operação Santa Tereza

Roberto Almeida, de O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2008 | 14h13

A mulher do deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical (PDT-SP), Elza de Fátima Pereira chegou para depor na Polícia Federal às 14 horas, acompanhada do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno Bezerra, que também deverá depor.   Veja também: Conselho de Ética abre processo disciplinar contra Paulinho Processo 'é ótimo' para eu me defender, diz Paulinho Entenda o esquema de desvio de verbas do banco estatal Grupo aliado aconselha Paulinho da Força a renunciar   Elza deverá explicar aos federais o depósito de R$ 37.500,00 na ONG Meu Guri, a qual preside, realizado pelo lobista e ex-assessor de Paulinho, João Pedro de Moura, hoje réu da operação Santa Tereza, que desmascarou o esquema de liberação de verbas do BNDES. Bezerra, por sua vez, deve explicar o depósito de R$ 82 mil a ONG Luta e Solidariedade, da qual afirma não ser dirigente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.