Mulher de Paulinho chega para depor na PF de SP

Mulher do deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical (PDT-SP), Elza de Fátima Pereira chegou na tarde de hoje para depor na Polícia Federal, acompanhada do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eleno Bezerra, que também deverá depor. Elza deverá explicar aos federais o depósito de R$ 37.500,00 na Organização Não-Governamental (ONG) Meu Guri, a qual preside, realizado pelo lobista e ex-assessor de Paulinho, João Pedro de Moura, hoje réu da operação Santa Tereza, que desmascarou o esquema de liberação de verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Bezerra, por sua vez, deve explicar o depósito de R$ 82 mil à ONG Luta e Solidariedade, da qual afirma não ser dirigente. Paulinho também é acusado de envolvimento em esquema de desvio de dinheiro do BNDES. O deputado nega qualquer envolvimento no caso. O Conselho de Ética da Câmara instalou nesta semana processo disciplinar contra ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.