Mulher de Nicolau pode ser processada

O Tribunal Regional Federal (TRF) de São Paulo deve decidir hoje se a esposa do juiz Nicolau dos Santos Neto, Maria da Glória Bairão dos Santos, deve ser processada como cúmplice do marido na ação que apura o desvio de verbas da obra do Fórum Trabalhista da capital paulista. A justificativa apresentada pela procuradora Janice Agostinho Ascari é a de que Maria da Glória "tinha plena consciência da origem espúria do dinheiro do marido" e que dele também teria se aproveitado.Entretanto, o juiz Casem Mazloum, da 1.ª Vara Criminal Federal, rejeitou a denúncia. O Ministério Público (MP) recorreu. No tribunal, a procuradora regional da República, Jovenilha Gomes do Nascimento, emitiu um parecer favorável ao recurso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.