Divulgação
Divulgação

Mulher de deputado quer passagem área em verba

Em encontro com um grupo de 20 mulheres de deputados, o candidato à presidência da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), recebeu neste sábado (31) apelos para que, se eleito, volte a incluir a previsão de passagens aéreas das esposas na verba de gabinete dos parlamentares.

LÍGIA FORMENTI, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2015 | 20h37

"Não esqueci", disse ele a uma das participantes do chá organizado pela deputada Nilda Gondim (PMDB-PB). Mulheres de deputados que estavam no evento afirmaram que Cunha procura sempre incluí-las nas conversas. Esposa do deputado Carlos Marun (PMDB-RS), Luciane Marun afirmou participar dos eventos políticos sempre que necessário. "Atuamos por tabela. Estou aqui para mostrar apoio", disse.

Embora o partido do seu marido tenha declarado apoio ao adversário Arlindo Chinaglia (PT-SP), Iza Rodrigues, mulher de Remídio da Amatur (PR-RR), era uma das mais animadas: "Cunha é muito receptivo. Não podia deixar de vir. Essa é a opinião lá de casa".

Ao chegar à reunião, Cunha garantiu já passar de 200 a lista de deputados que se comprometeram com sua eleição. "Campanha é campanha. Buscamos todo tipo de ajuda, tentamos alcançar o maior número de pessoas, não só deputados". Cunha anunciou aos correligionários o apoio formal de outro partido, o PP, à sua candidatura. " A campanha transformou a Câmara num verdadeiro centro de debates".

Tudo o que sabemos sobre:
Eduardo CunhaCâmaramulheres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.