Mudanças na Previdência reduzem ganho em R$ 1,7 bilhão

O governo deixará de ter um ganho financeiro de R$ 1,7 bilhão nos próximos 20 anos se o Congresso Nacional aprovar na íntegra o relatório do deputado José Pimentel (PT/CE) em substituição à proposta original enviada ao Congresso Nacional pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Pela proposta de emenda constitucional (PEC-40) do governo, a economia no sistema previdenciário seria de R$ 52,44 bilhões nos próximos 20 anos. Com as modificações propostas pelo relator, o governo economizará R$ 50,72 bilhões neste período. Essa redução na economia prevista inicialmente com a PEC-40 deve-se principalmente à manutenção do pagamento de aposentadoriais integrais para os atuais servidores públicos.De acordo com os dados fornecidos pelo próprio relator José Pimentel, se nenhuma reforma fosse feita no sistema previdenciário, o subsídio imposto a toda a sociedade com o pagamento de aposentadorias e pensões do setor público nos próximos 20 anos seria de R$ 304 bilhões - essa é a situação atual. Se fosse mantida a proposta original do governo esse custo cairia para R$ 251,56 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.