Múcio: PTB continuará com governo mesmo fora da base

O líder do governo na Câmara, José Múcio (PTB-PE), disse hoje que o fato de o seu partido se desligar do bloco governista no Senado não significa um rompimento com o governo. "Isso não significa deixar a base do governo", afirmou. "O partido continua apoiando o governo. Ele deixa apenas de integrar o bloco", disse o líder após a reunião de hoje do Conselho Político. Segundo ele, essa modificação não trará problemas para votação da prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) até 2010. "Deixar o bloco é uma questão de interesse do partido." Múcio lembrou que o PTB já não integrava o bloco na Câmara. "Na Câmara, meu partido já não integrava o bloco no encaminhamento de votações e não ocupava cargos nas comissões", acrescentou. "Mas isso não significa que o partido deixa a base do governo. O partido continua apoiando o governo", insistiu.Sobre a possibilidade de o afastamento do bloco no Senado prejudicar a votação da CPMF, o líder afirmou que não. "Em hipótese nenhuma." O deputado disse que ontem ele conversou com o presidente do partido, Roberto Jefferson, e com o líder Jovair Arantes (GO) sobre a posição da legenda sobre a votação da CPMF. "Eles (Jovair e Jefferson) têm responsabilidade, conhecem os problemas do País e avisaram que o partido não fechará questão contra a prorrogação da CPMF", relatou José Múcio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.