Múcio nega que haja rebelião na Receita Federal

Para ministro, mudanças são normais quando se troca o comando de uma instituição

Tânia Monteiro, AE

25 de agosto de 2009 | 13h45

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, disse hoje que "não há rebelião na Receita (Federal)". Para ele, como "houve uma mudança de comando", é "natural" que ocorram outras em consequência.

 

"(Após) qualquer mudança de comando, em qualquer estágio, se procedem modificações administrativas", declarou Múcio, no Quartel General do Exército, onde foi condecorado com a Medalha do Pacificador no Dia do Soldado.

Questionado se considerava natural diversos desligamentos em razão da troca de comando, ele respondeu: "Há um espírito de corpo presente no episódio, mas as coisas, a partir de hoje (terça-feira, 25), estão serenadas." Indagado sobre quais garantias tinha de que a rebelião seria encerrada, o ministro emendou: "Todos são da casa, sucessores e sucedidos. Eles têm interesse em que ela funcione bem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.