Múcio: governo irá 'reequilibrar forças' no Congresso

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, disse na noite de hoje que o Palácio do Planalto agora vai trabalhar para "reequilibrar as forças" depois que o PMDB conseguiu o comando do Senado e da Câmara. Em entrevista após reunião ministerial na Granja do Torto, Múcio descartou mudanças nos ministérios e nas lideranças do governo no Congresso e disse que o governo pretende atender "demandas". "Mesmo numa disputa democrática, sempre depois há o espírito do ressentimento. Os vitoriosos, com a alegria da vitória, e os derrotados, com a tristeza da derrota", disse.Múcio disse que o Palácio do Planalto está "tranquilo". Ele disse que vinha conversando com os senadores Tião Viana (PT-AC) e José Sarney (PMDB-AP), que se enfrentaram na disputa pela presidência do Senado. A vitória de Sarney, segundo o ministro, não causou surpresa para o governo. "Não houve surpresa. Todo mundo imaginava o resultado", afirmou. "O Palácio tem consciência de que as duas Casas estão em mãos de homens experientes", disse referindo-se à vitória de Sarney no Senado e do deputado Michel Temer (PMDB-SP) na Câmara. "Entendemos que as duas Casas foram soberanas para escolher os homens para representá-las."Ainda na entrevista, Múcio disse que vai trabalhar para manter uma boa convivência na base aliada. "A partir de amanhã, vamos conversar com todo mundo para manter a base unida", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.