Múcio diz que proposta de reforma tributária está pronta

O ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, afirmou que o governo não desistiu de enviar ao Congresso Nacional a proposta de reforma tributária. Segundo ele, a proposta está pronta e será encaminhada nos primeiros dias do ano legislativo, da forma como foi elaborada, sem o tributo com receitas vinculadas à área de saúde (uma nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O ministro disse que caberá aos parlamentares decidir se criam ou não uma nova CPMF. "A decisão é mandar a proposta (da reforma tributária) que está pronta. E os deputados e senadores que participem dessa discussão", disse Múcio ao deixar o Ministério da Fazenda. Ele afirmou que o governo não está por trás dessa estratégia e que não vai se envolver na discussão no Congresso. "Da mesma forma que o parlamento tirou (a CPMF), o governo não vai se envolver. Vamos esperar", disse Múcio. Questionado se o governo não estaria apoiando indiretamente, sem se envolver publicamente, respondeu: "Lhe assevero que não. Seria pouco inteligente estar por trás disso. Nós já sofremos uma derrota".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.