Múcio diz que governo não pensa em terceiro mandato

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, criticou a proposta de terceiro mandato para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentada hoje pelo deputado Jackson Barreto (PMDB-SE) e descartou apoio do governo à medida. "Pelo o amor de Deus. O Brasil é um modelo de democracia. Nós estamos na plenitude democrática e, às vezes, a gente se embriaga com os vizinhos daqui", disse, referindo-se a presidentes latino-americanos que propuseram mudanças na lei para continuar no poder. "Na verdade, temos de nos orgulhar de nossa Constituição e de um presidente que tem 84% de popularidade e é o maior guardião dela (a Constituição)", completou.

LEONENCIO NOSSA, Agencia Estado

28 de maio de 2009 | 19h00

Em entrevista, logo após reunião de coordenação política, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Múcio disse que todos deveriam "ficar tranquilos, pois tudo ficará como está". Questionado se o assunto foi discutido na reunião de coordenação, ele respondeu: "Pelo o amor de Deus. Nada. Isso está no Congresso. O governo não pensa nisso, nem o presidente. E o Brasil é um modelo de democracia", repetiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.