Múcio: briga do PT com TSE 'é uma queda de braço'

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, definiu como "brigas pequenas", a decisão do PT de processar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, pelas declarações que deu sobre o programa Territórios da Cidadania. "São brigas pequenas que o tempo resolve" afirmou o ministro, que participou da abertura do Seminário Internacional sobre Reforma Tributária. "É uma queda de braço. Nós temos que torcer para que não haja necessidade disso (processo contra Mello) e que a independência seja respeitada entre o Legislativo, Executivo e o Judiciário". Segundo o ministro, o PT e todos entendem que os poderes têm independência e aqueles que vão contra esse princípio estão ferindo um preceito constitucional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.