MST volta a invadir no Pontal do Paranapanema

Depois de mais de 3 meses de trégua, o Movimento dos Sem-Terra (MST) voltou a liderar uma invasão no Pontal do Paranapanema, extremo oeste do Estado de São Paulo, na sexta-feira, 09. Um grupo com 40 famílias ocupou, pela manhã, a Fazenda São Marcos, com cerca de 200 hectares, no município de Iepê, a 540 km da capital paulista.As terras pertencem ao ex-prefeito da cidade, Antonio Menossi, e estão arrendadas para criadores de gado. De acordo com o militante Arlindo da Silva, a fazenda foi penhorada para pagamento de dívidas com a União. "É uma área que já foi vistoriada pelo Incra e incluída no programa de reforma agrária", afirmou.Segundo ele, as famílias decidiram ocupar a fazenda para "apressar" a sua transformação em assentamento. "O processo está andando muito devagar", de acordo com o líder dos sem-terra, a entrada na área foi pacífica. Por volta do meio-dia, as famílias estavam montando os barracos. O proprietário esteve no local e conversou com os invasores, segundo Silva, que deve entrar com pedido de reintegração de posse.O líder do movimento disse que a ocupação foi comunicada à direção estadual do movimento. Desde o início do período eleitoral, o MST reduziu o ritmo de invasões em São Paulo, autorizando apenas ações pontuais, como a de Iepê.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.